6 MITOS SOBRE PSICÓLOGOS E ESTUDANTES DE PSICOLOGIA

6 MITOS SOBRE PSICÓLOGOS E ESTUDANTES DE PSICOLOGIA

A Psicologia, assim como outras profissões, é cercada de mitos. Quando não conhecemos com propriedade um determinado assunto, mas ainda assim queremos dar a nossa opinião sobre ele, corremos um enorme risco de disseminar mitos e inverdades e muitas vezes travestidos de pré julgamentos e pré conceitos sem muito sentido. Além disso, impedimos possibilidades e criamos bloqueios para coisas incríveis que podemos conhecer e aprender.

Trouxe 6 mitos sobre psicólogos e estudantes de psicologia com o intuito de esclarecer mais essa profissão tão linda e importante que transforma vidas.

♥ Psicólogos não tem problemas

Como qualquer outro profissional, nós temos nossos questionamentos, dilemas e situações desafiadoras. Todo ser humano tem suas forças e suas sombras e conosco não é diferente. O indicado, inclusive, é que os estudantes de psicologia e profissionais formados façam terapia desde a faculdade e após ela.

O que talvez possa nos diferenciar dos demais profissionais, é o fato de termos conhecimento das ferramentas e processos que nos ajudam a voltar ao centro diante de algum desafio.

♥ Psicólogos são videntes

A Psicologia é uma ciência, logo, psicólogos não são videntes, nem adivinhos, nem tem premonições. Não basta olhar para o paciente para fazer o diagnóstico, é preciso realizar a anamnese, ou seja, conversar, perguntar, ouvi-lo.

♥ Psicólogos analisam as pessoas o tempo todo

Não significa que, pelo fato de estar conversando com um psicólogo ou estudante de psicologia, você esteja sendo analisado. Realmente imaginarmos essa situação, é algo muito desconfortante e por isso deve ser desmistificado. O psicólogo só fará análise de pacientes e se for contratado para isso.

♥ Psicólogos dão conselhos

Um dos mitos clássicos é o de que durante a psicoterapia, o psicólogo dá conselho a seus pacientes e isso não é verdade. Um bom trabalho de psicoterapia é conduzido através de ferramentas e linhas de raciocínio que farão com que o paciente entenda a situação e se auto responsabilize pela tomada de decisão, por qual caminho decidirá seguir, de acordo com o que está buscando e que condiga com seus valores de vida. Caso o profissional interfira no livre arbítrio do paciente, ele estará infringindo a ética da profissão.

♥ Psicólogos resolvem problemas em uma simples conversa

Todos nós temos nossos desafios diários para enfrentar e muitas vezes ao conhecer um psicólogo, a tendência é de pedir ajuda no exato minuto, ajuda leia-se “conselho”. Um processo de psicoterapia dura várias sessões porque é preciso conhecer o caso com detalhes, além das crenças e valores de cada paciente e então seguir por uma linha de abordagem. Tentar ajudá-lo em uma conversa de cinco ou quinze minutos é no mínimo irresponsabilidade.

♥ Terapia é coisa para loucos

Esse mito certamente é disseminado por pessoas que não tem informações claras sobre o verdadeiro trabalho do psicólogo clínico. Ele não unicamente trata de psicopatologias, mas também fortalece os valores de cada ser, auxilia na ressignificação de crenças limitantes, traz as claras o sentido da vida, entre outras questões que tornam o ser humano mais consciente do que se passa em sua mente. O processo de terapia é transformador e apaixonante.

Espero que esse vídeo traga uma reflexão a quem tem alguma dessas crenças para que comece a encarar o profissional da psicologia com todo o respeito que ele merece.

Beijos, beijos e muita luz!

 

Roberta

Author Info

Roberta Zanatta

Comments ( 2 )

  • Lisandra Fatima dos Santos

    .Oi Roberta é minha primeira vez aqui no blog, já te ouvi algumas vezes no youtube! Encontrei os seis mitos sobre psicólogos e estudantes de psicologia e sou apaixonada pelo assunto. Desde adolescente sonho em ser psicóloga e não consigo entender o porque a coisa não engrenou. A vida tomou outros rumos fiz Letras. casei tenho uma filha, até lecionei alguns anos mas a depressão e crises de ansiedade me paralisaram. Amo também artesanato, sinto que sou boa no que faço mas não consigo render profissionalmente estou meio frustada. Lisandra 45 anos em busca da realização profissional.

    • Roberta Zanatta

      Olá Lisandra, será que o que te impediu de cursar Psicologia e agora prosperar no artesanato não seja medo, insegurança ou alguma crença limitante ligada a isso? São duas coisas que gosta mas que não fluíram da forma como gostaria, então pode ser algo que esteja te bloqueando ou algo interno te auto sabotando. Um abraço querida, fique bem.

Postar um comentário