QUANDO A FELICIDADE PARECE ESTAR LONGE

QUANDO A FELICIDADE PARECE ESTAR LONGE

Dalai Lama já disse que a busca pela felicidade é unanimidade entre nós e é o que nos une e nos assemelha. Ela nos move, nos motiva, nos inspira.

Nos cobramos incessantemente por resultados positivos, precisamos acertar. Precisamos nos casar, ter filhos lindos e inteligentes, uma casa própria, trocar o carro, ser promovidos, ter muitos amigos, ganhar bem, viajar nas férias, ter um corpo perfeito, seguir a dieta das atrizes, usar as roupas da moda. Ou então, “quando eu for promovido, vou ser feliz”, “quando eu me formar, finalmente vou ser feliz”, ou ainda “quando eu me casar, aí sim serei feliz”.

Estamos sempre em busca de mais, do que não temos, do que julgamos essencial e tudo bem, isso é saudável, é assim que progredimos. Porém, quando focamos unicamente no que não temos, perdemos a leveza, desenvolvemos angústia e não sentimos gratidão pelo que já existe em nossa vida. Acreditamos que a felicidade virá em um combo, casamento e felicidade, emprego estável e felicidade, promoção e felicidade, filhos e felicidade, sucesso financeiro e felicidade, corpo perfeito e felicidade. Qual é o seu combo?

E então, não estamos presentes, conectados porque estamos com a mente no futuro, em um lugar que não existe, angustiados por algo que ainda não se concretizou. E após o sentimento de angústia, vem o de frustração por ainda não termos alcançado o que deveríamos porque “pela minha idade” ou “todos os meus amigos já…” e nos centramos no problema, não na solução.

E se então aprendêssemos a amar e a valorizar cada uma das alegrias do dia a dia para construirmos a nossa felicidade com base naquilo que já temos? Porque a vida acontece agora, a cada minuto, a cada instante. O futuro é construído agora, no presente, neste momento. Toda situação pode ser vista de duas formas, como algo pequeno, menor do que eu mereço, inútil, doloroso ou algo que me dá a oportunidade de aprender, que está na minha vida porque deve estar e que faz parte do meu processo e do meu caminhar para algo maior que eu buscar alcançar.

Você pode escolher aguardar ansiosamente pela sua felicidade, ou pode ressignificar a sua vida nesse momento, mas com foco no que quer transformar. O que você escolhe?

Beijos e muita luz!

Author Info

Roberta Zanatta

Comentários

Postar um comentário