VOCÊ TEM VIVIDO OU APENAS EXISTIDO?

VOCÊ TEM VIVIDO OU APENAS EXISTIDO?

Você tem vivido ou apenas existido?

Te parece forte essa pergunta? Então tente se lembrar de quantas vezes se sentiu off, quantas vezes ligou o piloto automático, quantas vezes varreu seus problemas para debaixo do tapete, quantas vezes fugiu ao invés de enfrentar, quantas vezes não sentiu vontade de se levantar da cama, quantas vezes teve vontade de comprar uma passagem só de ida para a lua.

Quando você culpa o mundo pela sua infelicidade, se queixa dos seus problemas, se vitimiza pelo que fizeram pra você ou pelo que a vida te trouxe de desafio, quando seu comportamento na maior parte das vezes é de fuga, seja de uma conversa, de um sentimento ou até mesmo de você, então talvez esteja apenas existindo.

Viver não é esperar de todos os dias a felicidade, é saber que os desafios vão surgir e que a única forma de resolvê-los é arregaçando as mangas. Mesmo que o mundo pareça ruir, viver é acima de tudo focar no que existe de bom e positivo na sua vida, para te dar base e suporte para enfrentar com mais força e coragem.

Os problemas do dia a dia podem nos sugar para a negatividade e a falta de perspectiva, mas sempre existe um segundo, terceiro ou talvez mais lados para se analisar. Mude a perspectiva e perceba que não existe uma situação difícil que não possa ser ressignificada ou trabalhada. Mude o foco, inverta a perspectiva por que enxerga, peça ajuda, faça uma oração ou simplesmente solte e deixe que a vida se encarregue de solucionar o que agora parece sem solução.

Se está apenas existindo porque não está satisfeito com a sua realidade, permita-se começar de novo, permita-se arriscar, tentar algo novo, permita-se sair da zona de conforto. Nunca é tarde para se conectar com o seu verdadeiro propósito.

Tome comando da sua vida, viva cada dia como um presente de Deus, uma dádiva. Acorde e encare seu dia como uma nova oportunidade de ser feliz, de se apaixonar por você, de finalmente tomar comando da sua vida.

Beijos e muita luz!

Author Info

Roberta Zanatta

Comentários

Postar um comentário